Tudo da Florida

Minha história (Escrita por Caio Scafuro)

Minha história (Escrita por Caio Scafuro)

Neste post:

Assim que voltamos de Orlando em junho do ano passado (nossa filha tinha 1 ano e meio), decidimos que teríamos que visitar a cidade novamente. O sonho foi possível no início de outubro deste ano 2018, quando ela estava prestes a completar três anos.

Depoimento do Viajante Caio - Tudo da Florida

 

Nossa opção de voo foi com a Avianca, em voo direto Guarulhos-Miami. Foi a opção mais viável, já que junto com a gente (eu, esposa e filha) foram também a minha sogra e um amigo que ajudaram nas despesas de carro e tudo mais.

Mas vamos ao que interessa, o nosso dia a dia na terra da magia:

A IDA
O nosso voo sairia 0h40 (originalmente seria às 23h55, mas foi adiado em uma hora alguns dias antes do embarque), então chegamos ao aeroporto umas quatro horas antes do embarque, pois deixamos o carro em um estacionamento e teríamos que usar o transfer deles para chegar ao embarque, despachar as malas, jantar, etc.

Check in feito (não pudemos fazer nos totens porque estávamos com uma menor de idade), malas despachadas sem problemas e embarque sem problema algum. A dica aqui é a seguinte: chegue cedo e faça tudo sem filas!

Outra dica legal é que, na Avianca, a criança pode despachar o carrinho ou um bebê conforto direto na porta do avião sem entrar na franquia de bagagens.

O voo foi ótimo, a aeronave muito confortável e comida satisfatória. Os comissários não era tãããão simpáticos, mas serviam bem. Chegamos em Miami por volta de 7:00 a.m (no horário local), passamos pela alfândega sem problema nenhum e pegamos nossa mala na esteira. Quando estávamos quase saindo da área de bagagem um funcionário da TSA nos parou e pediu para ver o que tinha na bolsa térmica da minha filha. Tudo liberado.

Alugamos o carro pela Álamo e tivemos a surpresa de que quem fecha com a CVC não pode fazer o check in nos totens da empresa, você é obrigado a passar pelo balcão e dizer um monte de não até ser liberado. Dica: eles tentaram, e quase conseguiram, me convencer a pegar um seguro total. Conversei com a minha agente de viagens de lá mesmo e ela disse para não aceitar, porque estava tudo incluso nos outros seguros já contratados. Saímos de lá e fomos pegar o carro na garagem. Escolhemos uma Grand Caravan GT, muito confortável e bem espaçosa.

Não levei e não aluguei cadeirinha para a minha filha, mas assumi o risco de ir até o Walmart mais próximo e não tive problemas. Essa foi a segunda vez que fizemos isso. Dessa vez também não aluguei o GPS, já que estava com o chip da EasySim4u e naveguei pelo celular. Chegamos no Walmart e compramos um booster (assento elevatório), que serviu bem para nós.

Ficamos em Miami (Marcopolo Beach, na verdade) por dois dias (de 5 a 7 de novembro de 2018) e nossos passeios foram praticamente ir à praia, ir aos mercados e descansar.

MIAMI-ORLANDO
No dia 7  de novembro de 2018 (domingo), saímos do hotel e subimos em direção a Orlando. Fizemos uma parada em West Palm Beach, no Palm Beach Outlet. As lojas lá só abrem as 11:00 a.m no domingo, mas a ROSS abre as 8h (ou 9h, não me lembro agora). Chegamos lá por volta das 10h e conseguimos fazer ótimas compras na ROSS. Não tinha ninguém além de nós dentro da loja e estava tudo muito organizado. Fizemos muitas boas compras também na loja da Carter’s desse outlet.

Seguimos viagem para Orlando e chegamos na cidade no fim da tarde. Nossa casa para os próximos dias foi o Hotel Celebration Suites (ficamos lá no ano passado e agora novamente). Ficamos no Bloco O, apartamento superior, com carpete e não tivemos nenhum tipo de problema. Deixamos a camareira arrumar a cada dois dias e dessa vez deixamos as malas trancadas (no ano passado deixamos as sacolas de compras todas em um canto do quarto e também não tivemos problemas).

 

Depoimento do Viajante Caio - Tudo da Florida

PARQUES
Dessa vez escolhemos fazer quatro dias de parques: Magic Kingdom, Hollywood Studios, Universal e Island of Adventures (no ano passados fizemos todos esses e o EPCOT).

Depoimento do Viajante Caio - Tudo da Florida

Podem até achar ruim de eu falar isso, mas o MK perdeu muito do encanto para mim nessa segunda visita. O parque estava cheio, fila para todo lado e acho que já não era mais novidade. Pegamos os reflexos da passagem do furacão no norte da Flórida e choveu bastante no dia. Não conseguimos aproveitar tanto quanto gostaria. Já o Hollywood Studios ficou o máximo com a nova área de Toy Story, mas tivemos que ficar duas horas na fila da Slinky Dog... as demais atrações não passaram de meia hora.

Os parques que mais aproveitamos foram os da Universal. Separamos um dia para cada um e foi perfeito. Fizemos todos os brinquedos e ainda pudemos repetir muitos deles.

A dica aqui é: façam o plano pago do Touring Plan! Vale cada centavo e você ainda pode dividir com mais pessoas, já que a assinatura é válida por 1 ano.

Se você não for mais do que dois dias em parques da DISNEY e não quer dividir o Memory Maker com outras famílias ou pessoas desconhecidas, vale a pena comprar a versão diária. O site da DISNEY não divulga esse pacote, mas ele custa $69 dólares (contra 160 se comprado antecipadamente e válido para 30 dias) e fica disponível no app assim que você tira a primeira foto.

COMPRAS
Com a alta do dólar, não fomos com o intuito de grandes compras, então nos preocupamos mais em comprar roupas principalmente para a filha. Não achamos muita roupa de calor, já que estava no início do outono deles, mas ainda assim compensou bastante comprar calças, camisetas básicas, pijamas, calcinhas, meias...

Nosso principal ponto de compra para criança foi no Walmart. Sei que muitos procuram a Macrobaby, mas pela segunda vez estive na loja e não achei nada muito barato por lá. As coisas nos mercados acabam compensando muito mais. A diferença é que no mercado você não tem um funcionário do seu lado (e nem falando em português) para te ajudar e tirar suas dúvidas.

Para os adultos, achamos muitas coisas em conta na loja VF Outlet (principalmente no Lake Buena Vista Factory). Aliás, o LBVF é um ótimo outlet, com ótimas lojas e boas promoções, só peca pela área de alimentação que é bem pequena e sem muitas opções.

Também tinha muita promoção nas lojas da Aeropostale (3 camisetas pelo preço de uma, relógios e assessórios com 50%, etc...).

CARRO
A nossa Grand Caravan tinha espaço para 7 passageiros, para a volta tivemos que deitar os bancos da primeira fileira da parte de trás. Ficamos apenas com o banco triplo no fundão. Colocamos 3 malas grandes no porta malas, duas malas de mão por cima e as outras três malas grandes vieram no chão próximo às portas laterais.

Gastamos $130 dólares em combustível para os 13 dias de estadia e acredito que rodamos uns 1500km ou um pouco menos.

A VOLTA
Saímos de Orlando direto para o aeroporto em Miami. Devolvemos o carro sem nenhum problema e despachamos nossas bagagens com uma fila imensa na Avianca. Tudo correu bem, sem problemas e o voo da volta teve o mesmo padrão da ida. Aeronave limpa e confortável, comida satisfatória e a tripulação servindo bem. Chegamos ao Brasil no horário previsto (4h50) e passamos direto pela Alfândega. Não tinha ninguém vistoriando bagagens.